Xuxa e Justin Bieber se merecem

bieber4

 

Você sabe quem é Maria X? Seria a protagonista de uma novela que mistura “Os Mutantes” com a trilogia mexicana da Thalía? Uma nova parceira para Fox Mulder? Não. Maria X é apenas o pseudônimo utilizado por Xuxa Meneghel para igualar-se a nós, terráqueos, quando deseja desabafar sua revolta no Face. Foi assim que ela assinou sua polêmica postagem do último domingo, em que soltou os Xuxos em cima do ídolo bospós-teen Justin Bieber, a quem a Rainha preferiu se referir como “B” (de “Baixinho”?), “garoto mimado” e “bi…nha”. Xi.

Maior do que a indignação de Xuxa com a passagem axlrosiana do menino pelo Brasil foi o ódio despertado pela apresentadora entre as beliebers. Enquanto algumas a xingavam de “ridícula” e “satanista” (tá, essa fui eu), uma delas revelou que, “a 2 anos atras”, Xuxa quis levar Sasha para tirar foto com Bieber. E completou: “Cuspir no prato que come é feio”. Ei, não foi exatamente esse prato mal passado que a Xuxa comeu. Vocês, fãs do rapaz, nunca viram “Amor Estranho Amor”? Bom, certamente não, já que, além das beliebers aparentemente serem impermeáveis a qualquer produto cultural que não venha de Bieber ou gravite em torno dele, a apresentadora Xuxa, enquanto se transformava em Xuxa diva, fez questão de apagar todos os rastros da Xuxa atriz e da Xuxa modelo de revistas masculinas, recolhendo filmes e Playboys. Pausa para as palmas de Roberto Carlos, seu companheiro de reinado e de extermínio do passado.

Aproveitando que estamos falando de reis e rainhas, e quando Bieber virar um coroa (sim, esperamos que ele sobreviva aos 27 anos, até porque morrer com essa idade icônica é para músicos de verdade)? As fãs de hoje estarão tão velhas quanto ele, e serão as únicas a se lembrar do ídolo. Posso até estar errado, mas acredito que Bieber não conseguirá renovar seu público, mesmo tentando desesperadamente desvincular-se da imagem de garoto-prodígio para virar garoto-problema (apresentadoras brasileiras geralmente fazem o contrário). Ele deveria é seguir o exemplo do outro Justin, o Timberlake, que conseguiu se metamorfosear de pôster da Capricho em cantor. E olha que Bieber tem que erguer as mãos aos céus e agradecer a seja lá qual o deus que se cultue no Canadá por não estarmos nos anos 80 e ele não ser um dos Menudos. Na boy band porto-riquenha, fazia 18 anos, ia pra fila do seguro-desemprego.

O que talvez fosse até melhor pro menino – iria poupá-lo de todas essas trapalhadas juvenis. Não queremos ver aquele garotinho de franja bancando o Eminem e parecendo o Vanilla Ice. Agora, para quem acha, como a Xuxa, que a passagem dele pelo Brasil foi de deixar engasgado de indignação, dá uma olhada no que ele fez na Argentina: após duas horas de atraso, o rapaz interrompeu o show de domingo antes do final, devido a uma “severa intoxicação alimentar”. Come qualquer coisa no Brasil, dá nisso.

Aliás, abandonar o palco já está virando um dos pontos altos do show de Bieber: é sempre inusitado, sempre por um motivo diferente, e pega todo mundo de surpresa – com exceção do cara que coloca os playbacks, sempre esperto para não deixar a voz gravada rolando, animada, enquanto o cantor foge do palco nervosinho. Bieber prometeu que não volta mais ao Brasil. Já Xuxa está sempre retornando em novas embalagens. Como a Maria X, a inimiga dos bad boys da Nickelodeon.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here