VÍDEO: Moradora de Curitiba explica por que decidiu abrigar manifestantes pró-Lula

 

Do Brasil de Fato

Moradora do bairro Santa Cândida há 53 anos, Regiane do Carmo Santos teve a rotina transformada pelo Acampamento Lula Livre, em Curitiba (PR). Centenas de apoiadores do ex-presidente Lula (PT) estão em vigília a 30 metros da casa dela desde o dia 7 de abril, quando o petista iniciou o cumprimento da pena na sede da Polícia Federal (PF).

A desconfiança logo deu lugar à empatia. Ao perceber que os acampados tinham dificuldade de acesso a gás e energia elétrica, Regiane abriu o portão de casa e transformou o quintal em uma cozinha comunitária.

O contato diário com os movimentos populares em defesa da democracia mudou a visão política da curitibana: “Eu me encontrei como pessoa. Achava que eu era de direita, mas descobri que sou PT até morrer”.

(…)

O vídeo foi publicado na Rede Brasil Atual.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here