Sobrenatural de Almeida derrotou a Inglaterra, mais uma vez

article-2662751-1EF04B0500000578-733_964x684
O capitão Steven Gerrard

Ladies & Gentlemen:

Shit. Shit. Shit.

Não merecemos. Fizemos, mais uma vez, uma grande partida, e novamente fomos batidos.

Só pode ter sido, de novo, Supernatural Jones, o Sobrenatural de Almeida, aquele que decide partidas sem que as pessoas percebam.

Foi Supernatural que desviou aquele chute sem rumo do arqueiro uruguaio para os pés assassinos de Suárez. Tantos pés e a bola foi cair justo com Suárez.

Temos o melhor time em muitos anos. Fora veteranos como Gerrard e Rooney, de alto nível, vimos surgir uma geração de jovens brilhantes como Sterling e Sturridge.

E mesmo assim corremos um sério risco de ficar fora de cara. Temos que bater a Costa Rica e torcer para que a Itália vença a Costa Rica, amanhã, e depois o Uruguai.

Possível, mas …

A Copa é uma fábrica de frustrações. No final, 31 times se desolam e um apenas festeja. São 31 derrotados contra apenas um vencedor.

Ladies & Gentlemen: levamos um gol, fomos buscar um empate épico com Rooney e, quando parecia que viraríamos o jogo, eis que Supernatural se manifesta.

Contra nós. Sempre contra nós.

Caímos como guerreiros, como legítimos Tudors que somos. Estou orgulhoso do nosso time.

E agora tenho que afogar a tristeza em algumas pints.

Sincerely.

Scott

Pints
Pints ahead

Tradução: Erika Kazumi Nakamura

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here