Sobre a ação de Lula contra o Globo. Por Paulo Nogueira

Aqui é impresso o Globo
Aqui é impresso o Globo

Reproduzo aqui trecho de um artigo recente meu que falava das ações que Lula movera contra Gentili e a Veja. Volto ao tema pelo anúncio, feito hoje, de um novo processo de Lula, agora contra o Globo, por conta de um triplex que o jornal lhe atribui mesmo depois de desmentidos e mesmo sem um único documento alicerçando a afirmação.

O alemão Rudolf von Ihering, nascido e vivido no século 19, foi um dos maiores juristas da história.

Um livro seu, feito a partir de uma conferência e traduzido em dezenas de línguas, se transformou num clássico do direito: “A Luta pela Lei”.

Nele, Ihering trouxe um conceito inovador.

O direito, disse ele, não é uma coisa estática. É fruto de lutas sociais constantes.
Nenhuma conquista vem de graça. Proibir que ricos vendessem escravos, por exemplo, exigiu esforços seguidos de muita gente.

Por tudo isso, Ihering dizia que um indivíduo lutar pelo que considera justo é mais que um direito. É um dever perante a sociedade.

A justiça avança, para a coletividade, com o esforço de cada um dos injustiçados.
Não fazer nada diante de uma injustiça é se arrastar como um verme.

Trouxe tudo isso para falar dos processos que, finalmente, Lula decidiu mover contra detratores.

Com enorme atraso, é verdade, Lula está aplicando a tese extraordinariamente sábia de Ihering.

E isso é uma excelente notícia para a sociedade, dada a influência de Lula entre os brasileiros.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here