Sem descanso, a GloboNews põe suas tropas para defender a intervenção militar no RJ. Por Kiko Nogueira

A intervenção militar é só alegria na GloboNews

A GloboNews colocou seus batalhões na avenida e está repercutindo desde a manhã desta sexta a intervenção militar no Rio de Janeiro decretada por Michel Temer.

O tom é escancaradamente elogioso.

A apresentadora Maria Beltrão, do programa Estúdio I, mais conhecida pelo doutor Cuca Beludo, estava radiante.

Três populares foram entrevistados e dispararam o que se espera numa situação dessas. “Acho muito legal”, declarou uma senhora.

“Daquele jeito não dava”, emendou um cidadão apressado.

Maria foi substituída por Christiane Pelajo, que manteve a temperatura alta.

Todo o estafe está empenhado em explicar como a medida é fundamental num momento em que “a falta de segurança alcança níveis estratosféricos”, segundo um jornalista.

A palavra “recorde” é massacrada.

“Os números da criminalidade bateram recordes. Os homicídios crescerem 6%”, contou um repórter ansioso na frente de um batalhão da PM.

Ao vivo, outro batia no prefeito Marcelo Crivella e no governador Pezão.

Absolutamente todos os depoimentos são favoráveis à presença do Exército. Sem exceção.

No estúdio, revezam-se convidados falando maravilhas e outros falando outras maravilhas sobre as tropas.

Um certo Rodrigo Brandão, professor da UERJ, dava suas cacetadas para garantir a constitucionalidade do decreto de Temer.

Enquanto não vier uma ordem dos Marinhos, o Rio continuará uma desgraça — independentemente da realidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here