Parabéns, Maroni. Você dignificou os cidadãos de bem. Por Marcos Danhoni

Maroni, dono do Bahamas

POR MARCOS DANHONI, professor-titular da Universidade Estadual de Maringá e autor de “Lições da Escuridão”, entre outras obras

Caro e nobre Oscar Maroni,

Não te conheço mas vi que V. Exma fez uma grande e vultuosa homenagem aos dois grandes ícones de nossa República Judiciária: Sergio Moro e Carmen Lúcifer, desculpe, Lúcia.

Os “cidadãos de bem” ali presentes brindaram com euforia as nove mil latinhas que V.Exma. distribuiu gratuita e generosamente às gargantas secas daqueles que encheram as praças com o verde-amarelo e a obediência cega aos meninos hitleristas, digo, meninos “artistas” do MBL.

A distribuição do mel alcoólico junto com prostitutas cheias de volúpia também mostra seu caráter generoso.

Sabemos que agora V.Exma não será mais importunada por comunistas que queriam destruir a essência de sua nobre casa-de-tolerância e da casa-de-tolerância em que se transformou nosso querido Judiciário e a República Judiciária-Midiática-Parlamentar-Militar do Brasil.

Antes da presidenta pedaleira cair, soubemos que V.Exma andava triste com o esvaziamento de sua casa, pois a propalada prosperidade econômica dos últimos 14 anos do governo soviético que tivemos instalou nos lares do Brasil também a felicidade sexual que é inimiga mortal dos “homens-de-bem” que precisam de uma boa prostituta para namorar!

Ahhhhh, que felicidade saber que agora podemos deixar nossas esposas para nos dedicarmos com afinco à alegria etílica-sexual dos valorosos homens-de-bem em nosso país adormecidos em berço esplêndido e, por que não, em alcovas esplêndidas.

Sua homenagem ao herói Sergio Moro e à heroína Carmem Lúcia nos enche de alegria, pois recordamos o bel paese, nossa querida Itália das décadas de 20 a 40 do século passado.

Estes dois monstros sagrados das Leis Brasileiras transformarão sua casa-de-tolerância, Caro Maroni, numa extensão continental de todas nossas taras e o que era vil se tornará pueril.

Parabéns, Maroni, por sua ideologia-ginecológica que pariu nossa gigantesca sede e fome de contravenções sob as bênçãos, agora, dos heróis Moro e Carminha.

Um brinde a todos os “homens-de-bem”!

Salute, Moro!!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here