O risco de Huck: Aécio pode arrasar a candidatura do ex-amigo num piscar de olhos de FHC. Por Kiko Nogueira

Antes da patacoada de tentar agasalhar Huck como o “novo” na política, FHC tentou vender Aécio Neves com o mesmo argumento em 2014.

Divirta-se:

Alckmin está sendo massacrado em público e reage ao seu estilo mosca morta.

Mas Aécio sabe de Huck mais do que o apresentador gostaria.

Huck se beneficiou largamente do relacionamento enquanto lhe foi útil, inclusive nos esquemas de mordomia bancados com dinheiro público.

Para ficar apenas em um exemplo ilustrativo, em 2004 ele foi um dos amigos que utilizaram aeronaves do governo de Minas Gerais para viajar pelo interior do estado.

Estava gravando um quadro de seu Caldeirão com a dupla Sandy e Junior. O programa mostrava os três percorrendo a Estrada Real, que Aécio promovia como atração turística do estado.

Huck não viu nenhum problema em se beneficiar da grana do contribuinte. 

A dupla já compartilhou de tudo em décadas de intimidade. Alexandre Accioly, investigado na Lava Jato, é padrinho de um dos filhos de Aécio e sócio de Huck em diversos empreendimentos, entre eles a academia Bodytech.

Em novembro, Aécio declarou que a candidatura de Huck à presidência era a “falência da política”.

“É um pouco do momento de desgaste generalizado pelo qual passa a política”, falou.

“O Luciano é um sujeito muito capaz, inteligente, mas agora é preciso conhecer o que ele pensa sobre as mais variadas questões que demandam a posição de um homem público”. 

Para o senador tucano, “o tempo é que vai dizer se ele está ou não preparado para esta missão”.

Fernando Henrique acha que seu protegido global crescerá na terra arrasada por Aécio e pela turma que abraçou o golpe achando que se daria bem.

Huck terá que pensar bem se deseja ter um jagunço de terno como inimigo. 

Aquele Aécio das baladas, cheio de amor pra dar, era um.

O outro, o real, é o que manda o primo buscar a grana com o bandido porque tinha que “ser um que a gente manda matar”.

Loucura, loucura, loucura.

Huck e Aécio: “Nunca misturei amizade com política ou negócios em nossa relação”

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here