Nosso colunista inglês dá a Rogério Ceni o prêmio de Moron do Ano

Quis ser heroi
Unbeatable (imbatível)

Ladies & Gentlemen

Em breve saberemos o jogador ao qual caberá o título de melhor do mundo em 2013. Cristiano Ronaldo é o cara.

Boss, inspirado nisso, me sugere que eleja o Moron of the Year (Palerma do Ano). Pois aqui estou entregue à tarefa que me foi confiada.

Boss não me impôs nenhum nome. Mas sugeriu Pato por causa da cobrança de pênalti que eliminou o Almighty na Copa do Brasil e, por extensão, varreu os sonhos de participação na Libertadores 2014.

Boss foi motivado pelo seu descarado corintianismo, mas mesmo assim ele fez uma boa sugestão. Não me lembro de outro pênalti tão malcobrado.

Mesmo o chute nas nuvens de Baggio na Copa de 1994 com o qual o Brasil alcançou o tetra foi menos ridículo. Baggio não brincou. Errou.

Será que Pato imaginou em algum momento que um goalkeeper experimentado como Dida cairia em seu truque?

Pato foi um bom candidato. Mas não ganhou o título de Moron of the Year, e nisso mostro minha independência editorial.

Meu amigo Jonathan, ex-jornalista do News of the World, também tinha um nome quando lhe falei da encomenda que me fora confiada: Neymar.

“Aqueles mergulhos, aquelas firulas: é um moron (palerma) completo”, me disse Jonathan. “Não sei o que vai prevalecer nele: o talento ou a moroness (palermice).”

Também não sei. Mas uma vez mais: boa candidatura, mas não a vitoriosa.

Ladies & Gentlemen: tinha que ser ele, somente ele, o grande vencedor. Rogério Ceni, o M1TO.

Não existe, no futebol mundial, ninguém tão moron quanto ele, nos dias de hoje.

RC se excedeu em 2013. O pênalti que ele cobrou e perdeu contra o Almighty foi ainda pior que o de Pato, sob certos aspectos. Ele quis se passar por heroi, como um Napoleão, e terminou retornando a seu gol com um trote de pangaré.

Mais ou menos na mesma época, Boss me traduziu declarações dele segundo as quais o time já era uma shit (bosta) para que os referees (árbitros) cometessem erros.

Posso vê-lo daqui, neste momento, com seu nariz de César e calvície (baldness) de Lex Luthor: ele, o M1TO, o legítimo Moron of the Year do Diário do Centro do Mundo.

Sincerely.

Scott

Tradução: Erika Kazumi Nakamura

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here