No Planeta Reinaldo Azevedo, o TSE acatou o pedido do PSDB

Captura de Tela 2014-11-04 às 23.53.34

A Veja vive num Brasil paralelo, sabemos faz tempo.

Mas ontem as fantasias da revista atingiram um novo patamar.

À noite, a manchete do site dizia que, por unanimidade, o TSE acatara o pedido do PSDB de criar uma comissão especial para auditar os resultados das eleições.

O furo estava assinado por Reinaldo Azevedo.

Num pequeno texto autocongratulatório em sua coluna, ele informava em primeira mão a decisão do TSE e dizia que voltaria ao assunto.

“Devemos a você mais esta, Reinaldo”, escreveu um leitor.

Em redes sociais, leitores notaram a diferença entre o que a Veja dera e o que os demais sites estavam dizendo.

Bem, de fato Azevedo retornou ao tema – mas para canhestramente tentar consertar o “furo”.

O TSE não aprovou o pedido, na verdade. Rejeitou por unanimidade.

Apenas, colocou os dados à disposição do PSDB.

Detalhe: tais dados já estavam à disposição do PSDB e de qualquer partido que quisesse checá-los.

Em meus tempos de Veja, nos anos 1980, erros eram cobrados, até para que nós, da redação, nos empenhássemos para levar aos leitores a informação mais precisa possível.

Agora, provavelmente os chefes de Reinaldo Azevedo dirão a ele, como seu leitor: “Obrigado por mais esta.”

Captura de Tela 2014-11-04 às 23.54.34

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here