Neymar vai ser o Rei da Europa

 

Mudar para o Barcelona foi vital
Mudar para o Barcelona foi vital

Ladies & Gentlemen

Neymar é a maior atração do futebol europeu nos dias de hoje. É previsível que, no futuro próximo, ele receba a Bola de Ouro. Messi e Cristiano Ronaldo vão se encaminhando para a segunda metade de suas carreiras, e Neymar está apenas iniciando a sua.

Sua mudança para o Barcelona acabou se tornando vital para alçá-lo ao topo do topo. Ele joga ao lado de jogadores bem melhores que os antigos companheiros do Santos. Os gramados são muito superiores, os estádios estão invariavelmente lotados, e a marcação que ele recebe é menos dura, uma vez que os adversários estão mais fixados em Messi que nele.

Outra coisa que ajuda Neymar é que os times espanhóis, descontado o Real Madri e agora o Atlético de Madri, são fraquíssimos. Isso significa que ele vai ter muita moleza. As dificuldades vão aparecer mesmo na Champions League.

Fora isso, Neymar ganhou no Barcelona uma disciplina que jamais teria no Santos. No Santos, ele mandava até na estátua de Pelé na Vila Belmiro. No Barcelona, se ele não se aplicar, vai para a reserva.

O técnico argentino mandou que ele parasse de cair e usava um cabelo menos ridículo. Tirou dele também coisas de jogador mimado: não é Neymar quem cobra faltas e pênaltis no Barcelona.

Para fazer isso, ele vai ter que conquistar muita coisa pelo clube.

Tudo isso fez bem a ele. Neymar está jogando muita bola. Mesmo minha mulher, azeda e neurastênica como é, concorda nisso.

Ladies & Gentlemen: a Europa tem um novo príncipe no futebol. É Neymar. E ele tem tudo para se tornar, rapidamente, um rei, dadas suas múltiplas virtudes: é rápido, atlético, habilidoso, chuta bem com ambas as pernas, tem visão de jogo, faz goals e dá assistências esplêndidas.

Que mais?

Atenciosamente

Scott

Tradução: Erika Kazumi Nakamura

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here