E se fosse Lula no lugar de Obama, Dr. Moro? Por Fernando Brito

Obama pode

Publicado no Tijolaço.

POR FERNANDO BRITO

Lula, no período final de seus mandatos, era uma personalidade mundial que – embora não como poder – como prestígio internacional, rivalizava com Barack Obama, o qual, até, disse que “Lula é o cara“.

Então, para a famosa “cognição sumária” do Dr. Sérgio Moro, vale a pena ler um trecho da cobertura feita pela Folha sobre a palestra de 20 minutos- com patrocínio do Grupo Globo, aliás – proferida hoje pelo ex-presidente americano, hoje, em São Paulo, seguida de um debate de outros 40 minutos.

Uma hora, portanto, apenas:

“O ex-presidente cercou sua visita de segredos. O cachê, estimado num evento recente nos EUA em US$ 400 mil, não pôde ser violado sob risco de não-comparecimento —o que ocorreu na Europa este ano. A plateia pagou até R$ 7.500 por um ingresso. Havia na plateia empresários e celebridades, mas nenhum político de peso.

Na tarde desta quinta, Obama receberá 11 jovens escolhidos pela fundação que leva seu nome para discutir temas como sustentabilidade, empreendedorismo e mudança climática.

Uma das pessoas contou que teve de assinar um termo de confidencialidade sobre o encontro.

Obama chegou a São Paulo na quarta (4), e está hospedado no hotel Hilton (zona sul). Ele veio com 12 pessoas de sua fundação, e seguirá nesta sexta para a Argentina.”

US$ 400 mil compra, fácil, o tal triplex do Guarujá. Um único ingresso paga dois meses do aluguel do apartamento de São Bernardo.

Se der uma passadinha na Argentina, onde fica, para os americanos, a nossa capital, Buenos Aires, leva o sítio de Atibaia, também.

Será possível que isso não dê vergonha a juízes que se sentem capazes de condenar Lula por uma suposta “corrupção”  por “vantagens” que ele seria capaz de comprar em uma semana com sua atividade de palestrante-celebridade?

Ah, e com um detalhe: Lula venceu a eleição de sua sucessão; Obama perdeu.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here