É a Copa do Mundo ou a “Copa Latino-Americana do Mundo”?

image

Hoje começam as oitavas de final na Copa do Mundo 2014 do Brasil. 16 times em oito jogos. Das seleções classificadas, oito times são americanos, seis são europeus e dois são africanos. Ao retirar os Estados Unidos do grupo da América, restam sete times latino-americanos.

Comentei nas redes sociais: seria esta a Copa Latino-Americana do Mundo, e não a Copa do Mundo? Veremos uma colônia europeia campeã ao invés da favorita Alemanha, ou da Holanda?

Muitos jogos foram empolgantes nesta primeira etapa classificatória da Copa do Mundo 2014 do Brasil. No entanto, sem dúvida nenhuma, os latino-americanos surpreenderam. O jogo de 2×0 entre Chile e Espanha no Maracanã, no dia 18 de junho, deu o que falar no Twitter e no Facebook. Uma montagem do “desimpedidos”, que foi inclusive compartilhada pelo DCM, dizia: “Coloniza nois agora seus puto!”

No mesmo dia, uma onda de torcedores chilenos sem ingresso invadiu o Maraca, derrubando até a sala de imprensa dentro do Maraca. Foi um dia realmente épico para o Chile.

O caso da seleção da Costa Rica foi ainda mais formidável. Nem de longe cotados como favoritos, derrotaram o Uruguai por 3×1 no dia 14 de junho, em uma partida no Castelão de Fortaleza. Mas o grande dia foi 20 de junho. A Costa Rica derrotou a Itália por 1×0, uma das favoritas da Copa do Mundo, na Arena Pernambuco de Recife.

Uma amiga e colega minha, jornalista televisiva, está trabalhando em San José, capital costa-riquenha. Ela se emocionou com o jogo e espalhou a hashtag nas redes sociais: #SomosTodosTicos.

O México fez um jogo morno com Camarões, de 1×0, e marcou a Croácia com 3×1. O problema foi justamente com o Brasil, que tentou marcar gols no dia 17 de junho sem sucesso. O motivo? O goleiro Guillermo Ochoa, uma verdadeira muralha.

Uruguai fez uma boa campanha nesta Copa, só perdendo jogo pra Costa Rica. Mas o real erro do time uruguaio foi a mordida do atacante Luis Suárez no zagueiro italiano Giorgio Chiellini, no dia 24 de junho. Agora o time vai ter que provar que pode jogar bem mesmo sem seu craque de gols. Um desafio difícil.

Colômbia teve um misto de habilidade e sorte nesta Copa do Mundo. Pegou times razoavelmente fáceis ou sem muita tradição no futebol no grupo C: Grécia, Costa do Marfim e Japão. Mas é uma seleção que não pode ser subestimada.

Sobraram as duas seleções latino-americanas favoritas: Brasil e Argentina. A seleção de Messi parece que decepcionou um pouco nos dois primeiros jogos. Contra Bósnia-Herzegovina, em 15 de junho, foi 2×1. Mas há algumas ressalvas: a Argentina pontuou primeiro com um gol contra de Kolasinac. Depois, os bósnios empataram. Lionel Messi errou muitos passes e só marcou gol aos 46 do segundo tempo. Foi uma decepção.

Depois, os argentinos enfrentaram o Irã em 21 de junho. Neste jogo, a decepção foi maior. O Irã é visivelmente um país sem muita tradição no futebol, e os hermanos argentinos continuaram errando passes. Foi uma vitória por 1×0, mas os iranianos vislumbraram várias oportunidades de marcar gols.

Messi só brilhou realmente nesta Copa ao encarar a Nigéria, no dia 25 de junho. Foi um 3×2 suado pros argentinos, mas a partida toda foi recheada por qualidade.

E o Brasil? Tirando o gol contra de Marcelo no jogo de abertura, se saiu bem com a Croácia com 3×1. Decepcionou bonito contra o México, embora o goleiro Ochoa estivesse num dia realmente de sorte, defendendo todos os chutes. O vigor brasileiro voltou contra Camarões, com uma vitória de 4×1.

Nossa seleção está brilhando com Neymar, mas precisa aprender a depender menos do craque. Tivemos belos gols com Oscar, Fred – diga-se de passagem, usando a clavícula contra Camarões -, e Fernandinho. Temos alguns problemas no meio-campo e temos que tomar cuidado com nosso ego. Mas o Brasil tem chances de ganhar sim.

Esta Copa do Mundo está sendo a Copa das Copas. E talvez possa ser a Copa Latino-Americana do Mundo, com boas surpresas – e algumas zebras no caminho.

Quer saber o que está acontecendo no Brasil e no mundo durante os jogos do mundial? Não deixe de acompanhar o Blog da Copa do DCM, atualizado pelo autor que vos fala.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here