Cristiane Brasil cuspiu na cara de Temer. Por Carlos Fernandes

Michel Temer. Foto: Beto Barata/PR

Provavelmente não existem mais adjetivos que já não tenham sido atribuídos ao presidente Michel Temer.

Numa descomunal demonstração de incompetência, irresponsabilidade, egoísmo, prepotência, arrogância e antipatia, o atual mandatário da República é, seguramente, o sujeito mais patético que já ocupou o mais alto cargo do país.

Dono de uma incomparável coleção de abusos, desmandos, gafes, crimes e irregularidades, o cidadão que não faz outra coisa senão exterminar direitos e achincalhar as leis e a Constituição, ainda acha tempo para ser desmoralizado em público pela escória que o rodeia e o humilha.

No mais novo episódio de descompasso e inabilidade política (não se passa uma semana que não temos um caso desses), Cristiane Brasil, a filha e herdeira de uma longa tradição de pilhagem da família de Roberto Jefferson, cuspiu na cara de nosso presidente e deixou claro que nessa pocilga existem porcos e porcos.

Acovardado com a enxurrada de críticas pela indicação catastrófica, Temer tentou inutilmente “desconvidá-la”.

Como esse insignificante não manda sequer nos seus cachorros, ouviu de uma deputada mequetrefe que isso simplesmente não é uma possibilidade. O assunto estava conversado.

Você sabe o quanto é reles e descartável quando, apesar de possuir o maior cargo de todos, recebe uma sapatada de quem simplesmente não existe na fila do pão.

Cristiane Brasil é uma desqualificada corrupta que se orgulha do rastro de lama que deixa à sua passagem.

Mas o que dizer de alguém que consegue ser ainda mais desprezível?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here