Cadê Dilma?

Cristina Kirchner

 

Onde a condenação clara, serena mas firme de Dilma ao golpe no Paraguai?

Há momentos em que você não pode economizar palavras e gestos. Para Dilma, é um destes momentos. É preciso ficar clara sua solidariedade a Lugo — e sua rejeição a uma plutocracia predadora e primitiva que anulou os votos que elegeram democraticamente o presidente deposto.

Basta, para poupar tempo, traduzir a seguinte fala da presidenta argentina, Cristina Kirchner: “Sin duda hubo um golpe en Paraguay, que es inacetable. Todos creíamos que este tipo de situaciones estaban superadas en la región.”

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here