Ao adotar a lógica de Brizola, Maria Beltrão se livrou do embaraço do Dr Cuca. Por Paulo Nogueira

Brilhou
Brilhou

A apresentadora Maria Beltrão deu uma lição para a Globo no caso do nosso querido — e já desaparecido — Dr Cuca.

Sim, ele mesmo. Cuca. Cuca Beludo.

A Globo reagiu ao vídeo com muita fúria e nenhuma racionalidade. Parecia, ou parece, um homem com caçaborboletas correndo atrás dos vídeos espalhados pela internet.

Beltrão, ao contrário, teve uma reação elegante, divertida, bem humorada. Praticamente neutralizou os estragos provocados pelo médico em sua imagem.

No Twitter, ela avisou que estava tirando uma semana de licença por motivos de saída. Disse que não era nada grave. E informou que seu médico não era o Dr Cuca.

Sua mensagem foi retuitada mais de 1000 vezes.

A Globo agiu como uma tia velha e neurastênica que não entende o tempo em que vive.

Beltrão se comportou como alguém da Era Digital.

Ela não deve ter demorado a notar que a atitude de sua empresa a atrapalhava muito mais que ajudava.

Intuitivamente, imagino, ela seguiu uma regra básica de Brizola. Brizola dizia que quando você tinha uma dúvida devia olhar para a Globo. O caminho que a Globo escolheu era aquele a ser descartado, segundo Brizola.

Não sei se Beltrão adotou ou não o método de Brizola.

Mas que ela acertou ao fazer o oposto da Globo, isso é inegável.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here