A história do grupo de rap que mandou a polícia se f… é o filme do ano. Por Davi Nogueira

 

“Straight Outta Compton” é um filme sobre rap, mas, como o rap, é muito mais do que só sobre a música.

Conta a história do NWA, um grupo de meados dos anos 80 que revolucionou a cultura do hip hop. O quinteto se popularizou com suas letras ácidas sobre a polícia, o racismo, o sexo, as drogas e a vida nos bairros pobres dos EUA.

Compton é uma cidade localizada na Costa Oeste dos Estados Unidos e lá a violência entre gangues é intensa, com os conflitos entre “Bloods” e “Crips”. Grupos como NWA e Compton’s Most Wanted possuíam integrantes envolvidos no crime.

Eazy-E, o principal integrante do NWA, cresceu na periferia angelena e acabou se tornando um traficante dos Crips quando largou a escola. Investiu o dinheiro  na fundação da gravador Ruthless, ao lado de um produtor decadente chamado Jerry Heller.

Com ele, Ice Cube, Dr. Dre, Mc Ren e DJ Yella, o Niggaz With Attitude foi o primeiro grupo de rap a ter a coragem de mandar a polícia se foder em alto e bom som. Sempre tiveram muita raiva dos policiais pois sofriam todo tipo de discriminação. “Fuck Tha Police” ainda é a canção mais polêmica da história do hip hop.

A popularização do hit resultou numa advertência do FBI, que pediu para o NWA não apresenta-lo em seus shows, o que, claro, não foi obedecido pelos integrantes. “Fuck tha police” é considerada o pontapé inicial do gangsta rap.

Nenhum outro nome do hip hop jamais teve a ousadia do Niggaz With Attitude. O gangsta é um gênero com letras violentas e que criticam a sociedade, falando de problemas sociais e raciais, com o intuito de abrir os ouvidos das pessoas para a realidade das ruas. Todos os integrantes falavam de seu cotidiano.

Uma cena mostra isso. Eles estão saindo do estúdio depois de uma gravação quando, de repente, três tiras (um deles negro) aparecem e mandam-lhes deitar no chão, simplesmente por serem pretos e estarem naquele lugar, naquela hora.

O filme retrata muito bem os conflitos entre as gangues, o lado escuro do sonho americano — e o estouro de um tipo de música que iria revolucionar a indústria. O diretor F. Gary Gray já havia realizado videoclipes de artistas como Ice Cube, Dr. Dre, Tupac, Cypress Hill, Outkast, entre outros. Anunciou o longa como o maior trabalho de sua vida.

O elenco é todo composto por atores amadores, sem contar o veterano Paul Giamatti, que interpreta o empresário judeu Jerry Heller. Giamatti, como sempre, excelente no papel de coadjuvante.

“Straight Outta Compton” virou um fenômeno. Ficou por mais de três semanas em primeiro lugar nas bilheterias dos EUA e, segundo sites especializados, é forte concorrente ao Oscar de melhor filme, o que mostra a força do legado do NWA.

No mundo do rap, não houve ninguém mais influente do que o NWA. O grupo foi responsável por criar um novo estilo, que desafiava as autoridades e falava da vida dura nas periferias, de sexo e de violência sem se preocupar com as consequências. Inspirou rappers no mundo inteiro. Sem eles não haveria Racionais MCs.

O segredo? Eles estavam transformando em arte a vida como ela é.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here